Saiba mais sobre os pagamentos instantâneos no Brasil

O Banco Central, em 2018, definiu que a partir de 2020 estará disponível no Brasil os pagamentos instantâneos. O objetivo é tornar a forma de pagar mais prática e diminuir a circulação de dinheiro físico nas transações.

Este meio de pagamento já está em uso em outros países, como China, Estados Unidos e alguns países da Europa. Sendo assim, eles são a nova aposta no Brasil para se tornarem a forma de pagamento mais utilizada daqui a alguns anos. 

O que caracteriza os pagamentos instantâneos?

Os pagamentos instantâneos são caracterizados por permitirem o pagamento em qualquer dia da semana e durante as 24 horas de um dia. Além disso, outro fator é que o dinheiro fica disponível na conta do beneficiário de forma imediata. 

Assim, não importa a hora ou o dia, o pagamento poderá ser feito por meio do aplicativo e o dinheiro já cairá na conta do beneficiário imediatamente. Hoje, até há instituições financeiras que possibilitam o recebimento do dinheiro de forma imediata, porém é preciso pagar uma taxa. É o caso do TED, DOC e de algumas máquinas de cartão.

Aliás, os bancos digitais já estão possibilitando que o dinheiro seja disponível rapidamente quando é feito uma transferência entre contas, mas isso não está liberado em todos os dias da semana. Sendo assim, os pagamentos instantâneos virão para revolucionar os meios de pagamento.

O que falta para a implementação dos pagamentos instantâneos?

Neste ano de 2019, o Banco Central, juntamente com algumas instituições financeiras do Brasil, estão criando o regulamento em que fala sobre como será implementado o pagamento instantâneo. 

A ideia é que ele seja um sistema único e padronizado. Assim, em qualquer instituição ele funcionará por meio da mesma tecnologia. Aliás, será o próprio Banco Central que criará a base de dados e fará a administração da mesma

Assim, as pessoas farão uso dos pagamentos instantâneos por meio de um aplicativo. Elas poderão pagar por compras, realizar transferências, pagar fornecedores, pagar taxas e impostos e até salários e benefícios sociais. Assim, tanto as pessoas comuns como lojistas serão beneficiados.

O aplicativo utilizará a tecnologia QR Code para realizar as transações. Assim, pelo envio de um código bidimensional a transferência ou pagamento será realizado. Dessa forma, as pessoas só precisarão ter um smartphone em mãos para realizar um pagamento instantâneo.

Quais serão os próximos passos para a implementação dos pagamentos instantâneos?

A ideia é que até final de 2019 o pagamento instantâneo esteja regulamentado para que no ano que vem, em 2020, ele já comece a ser implementado. O que podemos fazer é acessar o fórum onde são colocados os resultados das reuniões entre o Banco Central e as instituições financeiras. 

Dessa forma, podemos acompanhar tudo o que está sendo decidido, pois lá são anexados os documentos com as decisões que foram tomadas. Assim, estaremos por dentro de como anda o processo para implementação dessa nova forma de pagamento.

Então, o que nos resta é acompanhar o fórum e torcer para que o prazo de implementação seja cumprido. Assim, poderemos usufruir dos benefícios dos pagamentos instantâneos.


Posts relacionados

Pagamentos com QR Code são seguros?

Pagamentos com QR Code são seguros?

No ano de 2020, o que se espera é que o Banco Central consiga colocar em prática a...

Como funciona o limite do saque do cartão de crédito?

Como funciona o limite do saque do cartão de crédito?

É normal passarmos por situações que nos exigem ter dinheiro em mãos para pagar alguma compra ou taxa....