Qual sushi não é cru?

A culinária japonesa tem um sabor bem distinto, comparado com a ocidental. Isso está relacionado com o preparo e com o tempero utilizado. Os sushis, por exemplo, em sua grande parte levam peixes e frutos do mar crus. Isso faz com que, as pessoas que não estão acostumadas com esse tipo de preparo, evitem ir em restaurantes que sirvam esse prato.

Porém, o que as pessoas não sabem é que nem todo sushi leva peixe cru. Se você não sabe que tipo de sushi não é cru, continue a leitura e fique por dentro da história desse prato japonês.

Como surgiu o sushi?

O sushi surgiu por causa de uma necessidade em manter o peixe próprio para consumo durante meses, em uma época em que não se tinha tecnologia para isso, ou seja, no século IV a.C.. A técnica, criada no Sudeste Asiático, consistia em dispor camadas de arroz cozido e de peixe em um barril de madeira.

A fermentação do arroz liberava o ácido láctico, que azeda o peixe e garantia a sua conservação. O processo de armazenamento durava de 1 a 3 anos, fazendo com que o arroz se tornasse impróprio para comer.

No século VII, essa técnica foi levada para o Japão, sofrendo uma modificação: começou a se utilizar pedras para prensar o arroz e o peixe cru. Então, surgiu o sushi Narezushi, que tinha sabor e odor forte. Hoje, um sushi parecido com esse é o Funazushi, feito com carpa.

A introdução do vinagre aconteceu só no século XVII, no Edo (atual Tóquio), pelo médico Matsumoto Yoshiichi. Isso fez com que o tempo de preparo do sushi diminuísse para apenas um dia.

O sushi passou por várias evoluções até chegar a ficar parecido com os que conhecemos hoje. O primeiro foi o Nigirizushi. Ele foi criado no século XVII, pelo primeiro sushiman da história: Hanaya Yohei. Esse sushi consistia em um bolinho de arroz com uma fatia de peixe cru por cima, para ser consumido imediatamente e dispensando os hashis.

O sushi só se tornou muito conhecido em todo o Japão e no mundo inteiro no século XX. Nessa época, já existiam muitos dos sushis mais populares que temos hoje em dia.

Principais tipos de sushi

Há muitos tipos de sushi e de ingredientes utilizados para compor as peças. A seguir, temos os principais tipos:

Nigirizushi

O Nigirizushi (Nigiri: “segurar apertado” e Zushi: “derivado de sushi”), também é muito conhecido apenas por Nigiri. Um bolinho de arroz, que leva por cima uma fatia de peixe, frutos do mar ou outro ingrediente. Os mais comuns Nigiri de Salmão, de Kani, de Skin e de Atum.

Makizushi

O Makizushi é um sushi enrolado com algas, arroz, verduras, peixes e outros ingredientes. Há diferentes tipos de Makizushi, sendo os mais comuns o Hossomaki, o Uramaki e o Temaki.

O Hossomaki é o sushi enrolado com alga por fora. O Uramaki é enrolado com arroz do lado de fora e polvilhado com gergelim. Já o Temaki é um cone feito com alga, que leva arroz, peixe e outros tipos de recheio.

Qual sushi não é cru?

Como pudemos ver, a grande maioria dos sushis são compostos por peixes crus. Afinal, ele surgiu com a finalidade de conservar peixe cru. Porém, há alguns que são feitos com peixes fritos ou cozidos.

O Nigiri de Skin é um dos sushis feitos com pele frita de salmão. O Uramaki de Skin também é feito com pele frita de salmão. Há também Uramakis que têm recheio de salmão cozido e picado, misturado com cream cheese.

Além desses, há os sushis com recheio de pepino, abacate (California Roll), manga e outras verduras e frutas. O Hot que conhecemos, apesar de ser um Hossomaki empanado e frito, ele pode conter peixe ou camarão cru no seu recheio.Sendo assim, para quem quer comer sushi ou acompanhar seu amigo que ama culinária japonesa, mas não come peixe ou frutos do mar crus, tem muitas opções. Agora que você sabe qual sushi não é cru, é só pedir para o garçom lhe apresentar aqueles que o restaurante tem disponível.


Posts relacionados

5 Dicas de gestão financeira para o seu restaurante

5 Dicas de gestão financeira para o seu restaurante

Um restaurante não vive apenas de boa comida e bom atendimento. Apesar desses dois pontos serem importantes para...

Como receber de um cliente a distância?

Como receber de um cliente a distância?

Hoje, há um grande crescimento do trabalho home office e com isso, muitos dos clientes são de outras...