O que muda com as novas regras do rotativo do cartão de crédito

Desde abril de 2017, o cartão de crédito passou a ter novas regras, com o objetivo de reduzir a inadimplência e evitar o superendividamento.

O governo mudou as regras do rotativo do cartão de crédito para reduzir juros para os clientes que precisam entrar no rotativo do cartão, chamado de pagamento mínimo.

Isso significa que o consumidor não vai mais ficar preso ao rotativo do cartão. Ou seja, as novas regras pretendem evitar que a dívida cresça e vire uma bola de neve.

O que muda

Com as novas regras, o consumidor só pode fazer o pagamento mínimo de 15% do cartão por um mês. Na fatura seguinte, o banco não pode mais rodar a dívida.

O cliente precisa paga o valor total ou então parcelar a dívida em outra linha de crédito, com o juro mais barato.

Essa linha de crédito para financiar a dívida do cartão do mês anterior deve ter juros menores que a taxa do rotativo.

Caso o cliente não escolha nenhuma das duas alternativas, ficará inadimplente.

A expectativa do governo é de que as taxas de juros caiam pela metade e o cliente fique por menos tempo no rotativo.

Os juros do cartão de crédito

As dívidas sobem muito rápido devido aos juros altos cobrados pelas empresas de cartão de crédito, que tem uma das taxas mais elevadas do mercado. Em dezembro de 2016, ela chegou a 484,6% ao ano ou 15,85% ao mês, segundo o Banco Central.

Assim, é comum que o cliente se torne inadimplente e com uma dívida praticamente impossível de ser quitada.

Ficou alguma dúvida sobre as novas regras? Deixe seu comentário e até a próxima!


Posts relacionados

Principais restaurantes em Campos do Jordão-SP

Principais restaurantes em Campos do Jordão-SP

Para quem está de passagem por Campos do Jordão, no estado de São Paulo, ou tem essa cidade...

Melhores padarias do Brasil

Melhores padarias do Brasil

Saborear um bom café com um pão fresquinho, feito a partir de fermentação natural, é a melhor coisa...