Máquinas de cartão Rede: conheça os principais modelos

A Rede, empresa do grupo do Itaú, é uma das principais concorrentes da Cielo e possui várias máquinas de cartão para quem precisa vender no crédito ou no débito.

Conheça os principais modelos e veja qual se encaixa melhor para a sua demanda.

Máquinas tradicionais

As máquinas tradicionais incluem a com fio, a sem fio e a PinPad. As diferenças entre elas está no tipo de conexão à internet, bateria, funcionalidades e volume de vendas.

A máquina com fio funciona via banda larga ou linha telefônica.

Os modelos sem fio funcionam via GPRS e/ou Wi-Fi, e precisam estar ligados a uma tomada. Elas têm chip próprio e a bateria dura até 6 horas.

A PinPad usa linha telefônica fixa e bateria interna. Ela pode ser integrada à um sistema de ponto de venda e à uma solução TEF (transferência eletrônica de fundos).

Taxas

Todos os modelos tradicionais cobram uma taxa de adesão de R$69,00.

A taxa de aluguel varia:

  • Sem fio: R$164,00;
  • Com fio: R$129,00;
  • PinPad: R$44,00, além de R$28,00 de taxa de conectividade.

Contudo essas taxas tendem a variar de acordo com o perfil de cada um, logo vale tentar negociar.

Preço único

Preço Único é o plano que oferece a possibilidade de pagar uma taxa mensal única para cobrir as taxas.

Oferecido a pessoas físicas e jurídicas, tem uma taxa de adesão de R$69,00 para as máquinas com e sem fio (PinPad não entra). O seu custo mensal será fixo de acordo com o ramo de atividade e faturamento.

Caso o faturamento previamente decidido seja ultrapassado, será necessário pagar uma taxa extra.

O saldo das vendas no crédito cai em 2 dias úteis, após análise cadastral. O prazo normal é 30 dias.

Outras máquinas

Mobile rede

A Mobile Rede é o leitor de cartão para celular da empresa. Ou seja é preciso de um celular ou tablet compatível para receber os pagamentos.

Há cobrança de uma mensalidade de R$4,90 no primeiro ano e R$29,90 a partir do segundo ano. Deve-se pagar mesmo que você não tenha feito nenhuma venda.

As taxas são um pouco mais altas:

  • Débito: 2,99% por transação;
  • Crédito à vista: 6,50%;
  • Parcelamento: taxa inicial de 8,50% mais 1,89% por parcela adicional.

O saldo das vendas é liberado em até 2 dias, em caso de crédito à vista com as bandeiras Hiper, Hipercard, Mastercard, Visa e Diners Club. É possível parcelar as vendas em até 12 vezes.

Smart rede

É o modelo mais tecnológico da empresa e visa concorrer com a Cielo Lio. Possui design moderno e possibilidade do uso de vários aplicativos.

Vem com chip para conexão via 3G, Wi-Fi ou cabo Ethernet. Não precisa de celular para funcionar.

A Smart Rede aceita pagamentos por aproximação), tem leitor de QR code e código de barras e imprime recibos na própria máquina.

O ponto negativo é que as taxas (e outros custos) não são reveladas pela empresa, apenas após uma análise de cada perfil.

Por rede

A Pop Rede é uma máquina mais simples, mas que não precisa de celular.

É preciso pagar uma mensalidade e ter um contrato de locação para usá-la.

As taxas de transação entram no plano Preço Único, que varia de acordo com seu faturamento mensal, ramo de atividade, o prazo de recebimento dos saldos e se é pessoa física ou jurídica. Por meio de um simulador no site, é possível saber a taxa.

Aceita as bandeiras Visa, Mastercard, Hiper, Hipercard, Diners Club, Elo, American Express, JCB, Mais!, Cabal, Sorocred, Discover, Union Pay, Banescard e CooperCred, mas Elo e American não entram no Preço Único.


Posts relacionados

Os melhores sushis de Joinville-SC

Os melhores sushis de Joinville-SC

Joinville é conhecida pela sua cultura alemã, juntamente com Blumenau e outras cidades do norte de Santa Catarina....

Pagamentos via QR Code são seguros?

Pagamentos via QR Code são seguros?

A segurança em pagamentos digitais vem sendo uma discussão comum dos últimos tempos por causa do aumento do...