Como funciona o limite do saque do cartão de crédito?

É normal passarmos por situações que nos exigem ter dinheiro em mãos para pagar alguma compra ou taxa. Nesses casos de emergência, o consumidor pode usar o limite do cartão de crédito e fazer o saque do mesmo. 

Assim, é só ir em qualquer caixa eletrônico que aceita o seu cartão e realizar o saque do restante do limite da sua conta. Esse é um jeito simples e rápido de ter dinheiro em mãos. Porém, é preciso considerar alguns pontos importantes nessa transação, como as taxas cobradas.

Quanto custa sacar o limite do cartão de crédito?

Primeiro é preciso considerar que o banco, em que sua conta está ativa, considera o saque do cartão de crédito como um empréstimo. Por conta disso, são cobradas altas taxas. Aliás, são as mesmas do crédito rotativo, uma das mais altas do mercado. 

Assim, sempre que você sacar o limite do cartão de crédito, terá que pagar ao banco o valor que sacou, a taxa do saque e os juros pelo empréstimo. A taxa por saque, normalmente, varia de R$10 a R$24,20. Já os juros giram em torno de 16% ao mês.

Além disso, é preciso entender que você só poderá sacar o limite disponível em seu cartão de crédito. Então, se o seu limite total é de R$1500 e você já fez uma compra nesse mês de R$500, significa que o limite disponível é de R$1000. Então, você não poderá sacar mais que R$1000. O que acontece na prática, é que geralmente o banco vai liberar um valor um pouco abaixo do limite disponível para você sacar.

Sendo assim, na hora de pagar por esses R$1000, seu banco vai cobrar a taxa de saque e o juro mensal. Então, você vai pagar muito mais do que apenas o que precisou sacar. Por isso, é preciso pensar bem se essa é a melhor forma de obter o dinheiro que tanto precisa. 

Sacar o limite do cartão é a melhor escolha?

Considerando que o banco cobra o maior juro por esse tipo de saque e que ainda será preciso pagar uma taxa de saque, o saque do limite do cartão de crédito não é a melhor alternativa para quando se quer dinheiro em espécie em mãos. 

Se você tiver outras alternativas, como a possibilidade de fazer um empréstimo no banco, uma ajuda de um amigo ou puder retirar uma parte do valor investido em sua corretora, prefira optar por essas alternativas. Assim, você não precisará pagar muito de volta ao banco em forma de taxas e juros. 

O saque do limite do cartão deve ser a última alternativa para quando se precisa uma quantia de dinheiro em espécie. Pois, no futuro, você terá um prejuízo maior. 

Então, só para ressaltar, o limite do saque do cartão de crédito depende do limite disponível. Não adianta ter um limite total de R$2000, se você já fez compras no cartão que somam R$1500. Nesse caso, só poderá sacar R$500. 

Se você for MEI (Microempreendedor Individual), saiba que há ótimas opções de crédito, acesse nosso post sobre esse assunto e conheça quais são as opções.


Posts relacionados

Pagamentos com QR Code são seguros?

Pagamentos com QR Code são seguros?

No ano de 2020, o que se espera é que o Banco Central consiga colocar em prática a...

5 Dicas para melhorar o fluxo de caixa do seu MEI

5 Dicas para melhorar o fluxo de caixa do seu MEI

Uma empresa exige do seu empreendedor uma postura de planejador, estrategista e analista. Afinal, são muitas decisões a...