Como economizar nos gastos operacionais de restaurantes e lanchonetes

Não é somente em tempos de crise que é muito importante cortar custos e reduzir os gastos operacionais de restaurantes e lanchonetes.

Um dono de negócio em busca de sucesso profissional deve estar atento e preparado para poder reduzir despesas desnecessárias.

Revisar os setores, modificar os processos e criar novos hábitos são dicas essenciais para alcançar os objetivos.

Confira as melhores dicas para economizar nos gastos do seu estabelecimento.

Evite o máximo de desperdício

Evitar a produção de grande quantidade de comida nos horários de menor movimento do estabelecimento é o primeiro passo para evitar o desperdício de alimentos no seu restaurante.

A outra dica é montar um cardápio inteligente, que não dê margens para o desperdício. O modo de preparo dos pratos tem grande influência no quanto as pessoas podem deixar sobrar de comida. Tenha um tamanho padrão de porção e mantenha-se a ele.

Estude bem a sua clientela e monte cardápios que serão bem aceitos por ela. Se há algum item no cardápio que raramente é pedido, talvez seja melhor retirá-lo de lá.

Também é inevitável fazer um bom controle de estoque e com frequência.

Fornecedores

Saber escolher bem os fornecedores e ter abertura para poder negociar com eles é primordial para o sucesso.

Estabelecer parceiras duradouras com fornecedores de confiança é importantíssimo para que se consiga bons descontos e até mesmo a possibilidade de que o fornecedor vire um cliente.

Sempre que possível, revise sua lista de fornecedores e, se for necessário, procure novos parceiros que se encaixarão melhor nas suas prioridades, mas que não comprometam a qualidade do serviço oferecido.

Manutenção preventiva

Estabelecer uma rotina de manutenção dos equipamentos é uma outra dica importante. Equipamentos como geladeira, freezer, fogão devem ser inspecionados frequentemente para verificação de pequenos problemas, evitando, assim, problemas e gastos futuros maiores.

Redução do consumo de energia

Pensar em alternativas para reduzir o consumo de energia é uma excelente forma de economia. Por exemplo, lava-louças, pias e banheiros podem ter a água aquecida por um sistema solar. Lâmpadas de LED ou similares consomem menos energia que lâmpadas comuns.

É preciso, ainda, fazer um treinamento da equipe e estabelecer métodos constantes de redução do consumo, não só de luz, mas também de água.

Use a tecnologia a seu favor

Equipamentos que agilizam a produção e consequentemente gastam menos estão a disposição e devem ser utilizados, como por exemplo a fritadeira elétrica que reduz o consumo de óleo consideravelmente.

O ponto chave é criar uma cultura de economia no estabelecimento. Deve-se sempre estar atento aos gastos desnecessários e ao consumo exagerado.

Deixe seu comentário e até a próxima.


Posts relacionados

A expansão do QR Code como meio de pagamento no Brasil

A expansão do QR Code como meio de pagamento no Brasil

Os pagamentos com QR Code já são uma realidade em diversos países pelo mundo, como China, Suécia, Holanda...

Quais as diferenças entre os níveis do ranking Code Money?

Quais as diferenças entre os níveis do ranking Code Money?

O Code Money é uma carteira digital que conta com algumas funcionalidades, como pagar por suas compras em...