CODE MONEY ENTRA NO MERCADO DE PAGAMENTOS MOBILE

CODE MONEY ENTRA NO MERCADO DE PAGAMENTOS MOBILE

Com soluções de pagamentos mobile, a Fintech da vez é a Code Money. Através de um aplicativo, a startup transforma smartphones em pontos móveis de pagamentos (mPOS), facilitando as duas pontas de cada transação financeira realizada. As aplicações foram planejadas para atender compradores e vendedores, proporcionando benefícios específicos para ambos os públicos.

Segundo a ABECS (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços), o volume de transações via cartões foi de R$ 1,14 trilhão em 2016. Para este ano a expectativa é que ocorra um crescimento de 6,5%.

Já na China, o segmento de pagamentos mobile movimentou R$ 5,5 trilhões em 2016 e a maioria das tecnologias utilizadas por lá são baseadas em leitura de Qr Code, mesma tecnologia inserida nas soluções da Code Money. Outro país bem desenvolvido em questões de soluções de pagamentos mobile é a Suíça, onde, a cada 5 pagamentos realizados, 4 são através de uma solução de pagamento mobile.

O Brasil também é o segundo maior mercado em número de transações realizadas usando cartões e o quarto no ranking mundial em número de smartphones.

“Com isso, temos um propósito muito simples, que é remover a burocracia e os altos custos relacionados ao controle de recebíveis para pequenas e médias empresas no Brasil. Aliado a isso, também iremos levar comodidade de uso para os clientes que optarem pela realização de pagamentos usando o nosso aplicativo.” Informa Júnior Beltrão, fundador da Code Money.

Atualmente, a startup trabalha e investe em melhorias nos produtos, e, na captação de novos clientes, com a projeção de transacionar cerca de R$ 10 milhões logo nos primeiros meses. A empresa também está em fase de negociação com um programa de pontuação, que irá oferecer aos clientes da Code Money, a oportunidade de trocar os pontos acumulados através de transações realizadas dentro do aplicativo.

No momento, porém, não é possível divulgar detalhes mais minuciosos acerca desta parceria, devido ao sigilo das informações. “É mais um benefício que estamos trabalhando para trazer para os nossos clientes.” Completa Beltrão.

A Fintech inicia suas atividades comerciais em julho e já conta com uma boa base de usuários e estabelecimentos que adotaram o método de pagamento. A meta dos primeiros meses é ousada, mas totalmente “realizável”, na visão dos sócios.


Posts relacionados

Principais restaurantes em Campos do Jordão-SP

Principais restaurantes em Campos do Jordão-SP

Para quem está de passagem por Campos do Jordão, no estado de São Paulo, ou tem essa cidade...

Melhores padarias do Brasil

Melhores padarias do Brasil

Saborear um bom café com um pão fresquinho, feito a partir de fermentação natural, é a melhor coisa...