5 dicas para montar uma cozinha industrial de sucesso

Ao montar um restaurante ou uma lanchonete precisamos pensar em qual será a culinária servida e isso nos faz refletir sobre como será estruturada a cozinha. Este é um espaço muito importante em um restaurante e precisa ser bem pensado. Por isso, veremos a seguir 5 dicas para cozinha industrial.

Todas as dicas são essenciais e farão com que sua cozinha seja funcional, prática e bem higiênica. Então, confira as dicas:

Contrate um profissional

Contratar um profissional para planejar a sua cozinha é essencial. Isso porque, ter um espaço com os equipamentos nos locais corretos proporciona mais rapidez e conforto aos funcionários quando a cozinha estiver em funcionamento.

Sendo assim, ter um arquiteto ou engenheiro especializado em cozinhas industriais é essencial. Ele vai saber posicionar todos os equipamentos e bancadas corretamente para que os processos de preparação dos alimentos aconteçam de forma fluida. 

Aliás, não contratar um profissional para planejar sua cozinha é o erro principal que muitos restaurantes cometem. Pois, os donos pensam que estão economizando, mas, na verdade, eles podem estar prejudicando seu negócio. 

Considere a dimensão do seu restaurante

Outro ponto-chave é compreender o tamanho do seu restaurante e analisar se o tamanho da cozinha é proporcional. Sendo assim, faça um balanço do número de mesas que cabe no salão e calcule o tamanho que a cozinha tem que ter para dar conta de servir todos os pratos.

Uma cozinha muito pequena para um número grande de mesas só vai fazer com que a entrega dos pratos demore muito. O ideal é que cada prato seja entregue em, no máximo, 20 minutos. Afinal, não é só a equipe do salão que consegue otimizar o tempo da entrega dos pratos, a cozinha também tem responsabilidade sobre isso.

Aliás, sua cozinha tem que ter espaço para fazer os preparos dos pratos, armazenar alimentos e ter um local para lavar as louças que voltam do salão. Então, é importante analisar bem o tamanho para depois não sofrer com a demora dos pratos quando o restaurante estiver aberto ou por falta de espaço para armazenar produtos e equipamentos.

Use os revestimentos corretos

Uma cozinha industrial é diferente de uma cozinha caseira por diversos motivos. Mas o essencial é o tipo de revestimento utilizado. Por exemplo, a madeira deve passar longe de uma cozinha industrial.

Sendo assim, todas as paredes da cozinha devem ser revestidas com azulejo para facilitar a limpeza. Já o piso deve ser de cerâmica fria e antiderrapante para assegurar que nenhum funcionário sofra um acidente. Além disso, as bancadas, pias e cubas devem ser de aço inox para evitar a proliferação de bactérias. 

Tenha um bom orçamento

Ter um orçamento realista é essencial para que toda a cozinha fique bem planejada e equipada. Isso evita que você comece o projeto e, no fim, não dê de montar a câmara fria, por exemplo, ou compre um equipamento de baixa qualidade porque faltou dinheiro para investir em um de boa qualidade.

Assim, a longo prazo você evita prejuízos, como de ter um equipamento quebrado na primeira semana porque ele não era o melhor para aquela função. Ou ter que comprar alimentos quase todos os dias por não ter onde armazenar, afinal ficou faltando a câmara fria. 

Então, na hora de pensar no orçamento, saiba que ele será usado para pagar o arquiteto, a mão de obra e os equipamentos. Além disso, deixe um dinheiro sobrando para algum imprevisto.

Fique por dentro das leis

Além de se preocupar em montar uma cozinha industrial de forma planejada e com todos os equipamentos necessários, é preciso conhecer as leis para colocar o seu negócio em funcionamento. Afinal, você irá produzir alimentos e, no Brasil, há uma forte fiscalização nesses tipos de estabelecimentos.

Por isso, vá até à prefeitura da sua cidade e informe-se sobre quais licenças é preciso ter e quais são as normas da Vigilância Sanitária e do Corpo de Bombeiros.

Com todas essas dicas, com certeza você vai montar uma ótima e funcional cozinha industrial para o seu negócio. Sendo assim, siga elas e não se esqueça que o barato costuma sair caro no final. Então, equipe bem sua cozinha e aproveite bem o espaço.

Aliás, se o seu negócio vai trabalhar com pratos veganos, confira nosso post sobre como montar um estabelecimento vegano


Posts relacionados

O jeito fácil de cobrar os meus clientes

O jeito fácil de cobrar os meus clientes

É excelente ter você aqui, isso é sinal que você está buscando alternativas para realizar cobranças, certo?! Existem...

O que é o PIX?

O que é o PIX?

O PIX é uma iniciativa conduzida pelo BACEN (Banco Central) e tem como objetivo criar uma estrutura robusta...