5 Dicas de gestão financeira para o seu restaurante

Um restaurante não vive apenas de boa comida e bom atendimento. Apesar desses dois pontos serem importantes para atrair clientes, é preciso manter uma boa gestão financeira.

Saber de onde vem a renda e para onde vai o dinheiro é necessário para controlar o financeiro e manter o restaurante sempre com saldo positivo. Para te ajudar nessa tarefa, a seguir você encontra uma lista de cinco dicas de gestão financeira para restaurante.

1. Controle de fluxo de caixa

O controle de fluxo de caixa é fundamental para a gestão financeira. Sem ele fica impossível saber qual o valor da sua renda e das suas despesas. O controle de fluxo de caixa controla as transações realizadas durante um período, que pode ser diário, semanal ou mensal.

O objetivo de todo restaurante é manter seu caixa sempre positivo, para isso é preciso analisar onde está sendo gasto o dinheiro e qual a renda que entra todo dia ou toda semana. Assim, é possível investir em ações que cortem gastos desnecessários, promovendo mais economia e mais lucro.

Se o seu restaurante não utiliza o controle de fluxo de caixa, é hora de implementá-lo. Para isso, defina uma periodicidade em que ele vai ser aplicado. Se o seu restaurante é bem movimentado, o ideal é fazer o controle de fluxo de caixa diariamente.

É preciso anotar o valor do dinheiro que entra e qual a sua fonte, assim como o valor que sai e para onde ele vai. Por exemplo, se foi vendido R$ 230 por meio da máquina de cartão, guarde os comprovantes de venda para comprovar esse valor. Da mesma forma, se foi gasto R$ 100 na feira para compra de verduras, guarde a nota fiscal. Dessa forma, você terá total controle do seu caixa.

2. Gerenciamento do estoque

O gerenciamento do estoque é primordial para todo restaurante que queira trabalhar de forma eficiente e garantir um cardápio de qualidade. Um controle eficiente do estoque reflete diretamente no financeiro do restaurante.

Um bom gerenciamento evita que seu restaurante se encontre com muitos alimentos parados no estoque ou que quase não haja produtos para fazer os pratos. Quando ele está muito cheio de insumos e alimentos podem acontecer perda de estoque por conta do prazo de validade e o fluxo de caixa diminui.

Já quando ele está muito vazio, o restaurante corre o risco de perder vendas por não ter os alimentos para a preparação dos pratos. Isso acaba afetando diretamente o lucro, pois as vendas podem diminuir.

Sendo assim, é fundamental manter um bom gerenciamento do estoque. Isso pode ser feito por meio de uma planilha, contendo quais itens há em estoque, com a quantidade e data de validade de cada um. Além disso, separe um dia da semana para conferir quais produtos precisam ser comprados.

3. Negociação com os fornecedores

Saber negociar com os fornecedores pode garantir mais economia e produtos com mais qualidade. Afinal, há muitos fornecedores de produtos e alimentos, por isso, é preciso reservar um tempo para conhecer a qualidade dos itens que eles comercializam e quais as condições de pagamento que eles oferecem.

Na hora de negociar, além de levar em conta a qualidade dos produtos, verifique quais são os prazos de entrega, os valores cobrados e a forma de pagamento. Tente conseguir um ou mais fornecedores que entregue bons produtos e que ofereçam a melhor forma de pagamento.

4. Desenvolvimento de um planejamento anual

Assim como qualquer empreendimento, um restaurante precisa ter um planejamento anual com metas a serem cumpridas e com todas as promoções que serão realizadas. Dessa forma, é possível se preparar para os feriados e outros dias festivos.

Além disso, é possível prever os meses que vai ter baixa nas vendas e se preparar previamente. Nesses meses podem ser feitas promoções para atrair o público e, assim, manter um bom fluxo de caixa.

5. Utilização de tecnologia para a gestão financeira

Para fazer uma boa gestão financeira é recomendado utilizar programas para facilitar o dia a dia do gestor. Assim, nesse software é possível ter o estoque, o fluxo de caixa, entre outros itens, tudo no mesmo lugar.

Além de facilitar o dia a dia, um programa de gestão financeira elimina erros nas contas e garante ao dono do restaurante controle total sobre o negócio. Há desde softwares mais simples até outros mais completos. Encontre aquele que melhor se encaixa no perfil do seu restaurante e faça bom uso.

A gestão financeira de um restaurante é tão importante quanto preparar pratos saborosos e oferecer um bom atendimento. Por isso, se você ainda não está dando a devida atenção a esse ponto, coloque nossas dicas de gestão financeira para restaurante em prática.


Posts relacionados

Os melhores sushis de Joinville-SC

Os melhores sushis de Joinville-SC

Joinville é conhecida pela sua cultura alemã, juntamente com Blumenau e outras cidades do norte de Santa Catarina....

Pagamentos via QR Code são seguros?

Pagamentos via QR Code são seguros?

A segurança em pagamentos digitais vem sendo uma discussão comum dos últimos tempos por causa do aumento do...